Coleta de remédios


Campanha de arrecadação de medicamentos

A sobra de remédios após um tratamento médico é algo comum e frequente entre nós, já que quase a totalidade das drogas é vendida em caixa fechada, não havendo fracionamento.  Normalmente, levamos pra casa uma porção de medicamentos que não será consumida, e essa sobra pode ajudar muita gente.  Além disso, em geral, as pessoas desconhecem que o descarte inapropriado dos medicamentos constitui uma agressão ao meio ambiente. Existe a possibilidade real de contaminação do solo e da água por substâncias químicas tóxicas presentes nos medicamentos.
O apóstolo Paulo, em “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, capitulo XV – Fora da caridade não há salvação, item 10, destaca: “Submetei todas as vossas ações ao governo da caridade e a consciência vos responderá. Não só ela evitará que pratiqueis o mal, como também fará que pratiqueis o bem, porquanto uma virtude negativa não basta: é necessária uma virtude ativa. Para fazer-se o bem, mister sempre se torna a ação da vontade; para se não praticar o mal, basta as mais das vezes a inércia e a despreocupação”.
Sendo assim, os participantes dos grupos de estudos e vivência espírita GEVEE e Joanna de Cusa, sentimos a necessidade de agir, fazendo algo em prol dos que precisam de remédios e não possuem recursos para adquiri-los, do meio ambiente e da sociedade que vivemos.  Decidimos, portanto, organizar uma campanha de arrecadação de remédios visando estimular a solidariedade, propagar o desapego material através do combate ao egoísmo que há em nós, contribuir com o meio ambiente, evitando o descarte inapropriado dos medicamentos, realizar a caridade e desenvolver o amor ao próximo.
Aceitaremos como doação quase todas as substâncias, exceto os antibióticos e os de “tarja preta”, que estejam dentro das condições de validade de uso. Os antitérmicos, analgésicos, os comprimidos para tratamento de diabetes, pressão e câncer serão aceitos, mesmo com a embalagem aberta e parcialmente consumidos.  Os xaropes com o frasco aberto não serão aceitos, em razão do risco de contaminação. Todos os medicamentos angariados serão doados para o abrigo Luz de Escoal, que conta com muitos idosos que necessitam de todo tipo de medicação.  Aqueles fármacos que não estiverem em condições de uso, por algum motivo qualquer, serão adequadamente descartados.  Vale lembrar aos interessados em ajudar com a doação dos remédios, que os participantes dos grupos de estudos supracitados são os amealhadores dos donativos.  Portanto, devem ser procurados para entrega do donativo no Centro Espírita Fé, Esperança e Caridade, localizado na Rua Bernardino de Melo, 1579, Centro, Nova Iguaçu –RJ.
Por fim, conforme proclama Kardec no comentário da questão 917 de “O Livro dos Espíritos”, que “o egoísmo é a fonte de todos os vícios, assim como a caridade é a fonte de todas as virtudes”, convidamos a todos a participarem desse movimento solidário.